Comitê em Ituiutaba avalia atual cenário e propõe novas medidas para enfrentamento à Covid-19

Em reunião, grupo discutiu incidência dos casos, atual cenário da pandemia e decreto vigente. Proposta, que envolve restrição no comércio de bebidas alcóolicas, será avaliada pela prefeita Leandra Guedes.

Membros do Comitê Externo de Enfrentamento ao Novo Coronavírus em Ituiutaba se reuniram nesta segunda-feira (9) para propor novas medidas a serem adotadas na cidade diante dos casos de Covid-19.

Durante a reunião, 13 sugestões foram estipuladas e enviadas para que a prefeita Leandra Guedes (Avante) avalie antes de propor um novo decreto. Entre elas, restrições na venda de bebidas alcóolicas, recomendação para feiras livres, mudanças no horário do comércio, inclusive no hipercentro aos finais de semana.

Conforme informou o comitê, o grupo discutiu a incidência de casos no município, o atual cenário e como a pandemia tem sido enfrentada e o protocolo que está em vigor.

Segundo último boletim divulgado pelo Município, Ituiutaba tem 135 mortes pela doença e 5.634 casos confirmados. Apenas uma Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), mantidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS), está disponível.

Sugestões

 

O comitê fez diferentes propostas que serão avaliadas. Veja abaixo:

  • A proibição da comercialização, inclusive por meio remoto, de bebidas alcoólicas em estabelecimentos de qualquer natureza, de segunda a sexta-feira, a partir das 20h, ressaltando que fica proibida comercialização, inclusive por meio remoto, de bebidas alcoólicas, das 20h da sexta-feira às 6h da segunda-feira;
  • Comércios em shoppings e galerias, pátios e correlatos, restaurantes, pizzarias, praças de alimentação, bares, lanchonetes e congêneres, poderão abrir de segunda a sexta, com horário reduzido e a definir, todos os dias da semana. Todos autorizados a funcionarem com venda remota na modalidade delivery e com retirada no balcão;
  • A realização de eventos de qualquer natureza, em salões de eventos, residências urbanas e rurais, sítios, entre outros, mantém-se proibida na cidade;
  • Quadras de esporte poderão funcionar com restrições;
  • Clubes sociais deverão fechar impreterivelmente do dia 12 ao dia 16 de fevereiro, nas demais datas será permitido o funcionamento com restrições via decreto vigente;
  • Feiras livres: que seja feita uma notificação do secretário de Agricultura para que haja orientação os feirantes, principalmente da Feira da Junqueira, para que atuem de acordo com as medidas protetivas amplamente estabelecidas, sob pena de suspensão do funcionamento. Também que seja estipulado protocolo para funcionamento das feiras, com delimitação de perímetro e distanciamento de quatro metros entre as barracas e exigência de utilização de máscara e álcool em gel por feirantes e cliente, que sejam permitidos apenas feirantes cadastrados e que a fiscalização é de responsabilidade da Secretaria Municipal de Agricultura;
  • Bancos: que seja realizada reunião com os gerentes e com o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) para evitar as filas e aglomerações e que no decreto sejam estipulados protocolos mais rígidos;
  • Oficinas, casas de peças e congêneres poderão funcionar de acordo com os protocolos e medidas preventivas;
  • O comércio do hipercentro e nos bairros deverá funcionar de segunda a sexta-feira e nos sábados com horários reduzidos e a definir;
  • Nos supermercados e hipermercados poderão entrar apenas duas pessoas por carrinho, deverá ser disponibilizado funcionário para aferir a temperatura e higienizar as mãos dos clientes e os carrinhos de compras, deverá ser realizado controle de quantidade de pessoas no estabelecimento com senha, deverá constar no decreto que o uso adequado de máscaras pelos clientes é de responsabilidade do estabelecimento e os caixas deverão higienizar as mãos após cada atendimento.
  • As academias devem cumprir estritamente o disposto no decreto, funcionando com agendamento e disponibilizando a lista das pessoas presentes para possibilitar a fiscalização e deverá constar no decreto que o uso adequado de máscaras pelos clientes, funcionários e educadores físicos é de responsabilidade do estabelecimento, seja em estabelecimentos fechados ou ao ar livre. Também, a quantidade de pessoas fica restrita para menor porcentagem da capacidade máxima;
  • Retorno do ensino presencial curricular está suspenso, seja no ensino básico ou superior. Destacando que a questão será discutida especificamente e conforme protocolos apresentados por cada instituição;
  • Os membros do Comitê também sugeriram que, para as pessoas ou empresas que descumprirem as regras determinadas pelo Decreto Municipal, devem ser aplicadas as sanções estipuladas no Código Sanitário.

 

Fazem parte do grupo representantes de universidades, do Procon, órgãos de segurança como Polícia Militar e bombeiros, membros de hospitais da cidade, sindicato do comércio, conselho dos pastores e Diocese de Ituiutaba.

https://g1.globo.com/mg/triangulo-mineiro/noticia/2021/02/09/comite-em-ituiutaba-avalia-atual-cenario-e-propoe-novas-medidas-para-enfrentamento-a-covid-19.ghtml
paulo

paulo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *