Menina de 9 anos é encontrada morta em Araguari

Segundo vizinhos, corpo da criança estava no quintal de uma residência do Bairro Gutierrez; vizinhos, parentes e amigos que buscavam a garota agrediram o suspeito, segundo a PM

A Polícia Militar de Araguari registrou duas mortes na quarta-feira (29) no Bairro Gutierrez. A suspeita é que uma das vítimas, uma criança de 9 anos, foi assassinada por um morador do bairro. O segundo óbito foi do suspeito de ter cometido o crime. O homem de 35 anos foi agredido por um grupo de vizinhos, amigos e familiares da garota, segundo a PM, e morreu no local do crime, a residência dele.

Segundo moradores da região, a menina foi encontrada sem roupa no quintal da residência na Rua dos Antúrios.

“Vários populares entraram na residência com intuito de procurar a criança e, infelizmente, localizaram ela no quintal, não enterrada, mas obstruída por uma porta, folhas de bananeira, terra, como se ele estivesse escondendo a criança”, disse o capitão da PM Tiago Andrade Lana.

A informação relatada por familiares à PM, é que menina saiu entre 11h30 e 12h para ir até uma mercearia comprar gelatina. Primeiro ela foi a um comércio que ficava bem próximo à casa dela, mas não encontrou a que ela queria. Ela então foi para outra mercearia, a cerca de 300 metros de onde ela morava. Após isso, ela desapareceu e não voltou para casa.

Com isso, familiares e vizinhos começaram a procurá-la pelo bairro. Em determinado momento, o grupo de busca se deparou com o autor na porta da residência dele e perguntou se ele tinha visto a menina, porque eles moravam na mesma rua. O homem negou.

Ainda durante as buscas, um garoto que era colega de escola da vítima, disse para a família que a viu passando pela rua da casa dela com uma sacola na mão e que o suspeito também estava sentado na calçada quando a menina passou. Com isso, o grupo retornou para a casa do autor com a suspeita de que ele sabia do paradeiro da garota.

No local, ele já não estava na calçada e não quis abrir o portão. Com isso, o grupo foi até a casa da mãe dele, que mora próximo e a chamaram. Ela abriu o portão da casa do filho e eles o encontraram bastante agitado.

“Com isso, os populares que estavam lá, que nós, infelizmente, não conseguimos identificar, porque tinham parentes, tinham amigos, tinha vizinhos, tinham outras pessoas até desconhecidas, iniciaram diversas agressões no autor e com a chegada das equipes policiais essas pessoas foram saindo da residência e nos deparamos com o autor bastante machucado, já praticamente, e a princípio, sem vida”, informou o policial.

De acordo com a PM, o Samu chegou logo em seguida e o médico constatou o óbito do homem no local do crime.

Ainda segundo a PM, a perícia não conseguiu confirmar se a criança foi estuprada. O capitão Lana disse também que, a princípio, não havia nenhuma testemunha dentro da residência do suspeito. Por isso, ainda não há uma motivação específica para o crime. A Polícia Civil esteve na casa e vai investigar o crime.

O suspeito de ter assassinado a garota tem 2 registros policiais, um por tráfico de drogas e outro por lesão corporal. F; g1 – Triângulo.

Homicídios registrados no Bairro Gutierrez em Araguari — Foto: Reprodução/Facebook

paulo

paulo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *